Promoção da Cultura Moçambicana

Os elementos fundamentais da cultura moçambicana, tais como, as línguas nacionais, os nomes, os heróis nacionais, a indumentária, a culinária, as religiões, os ritos e rituais, entre outros, necessitam de ser mais bem conhecidos, divulgados e utilizados. O desenvolvimento e a consolidação da cidadania nacional assentam no reconhecimento e na assunção da diversidade étnica, cultural, linguística e religiosa do país, sobre a qual se cristaliza o sentimento de coesão e a consciência de pertença à nação.

O nacionalismo africano e a consciência nacional desenvolvida durante a luta de libertação nacional contribuíram grandemente para o fortalecimento do sentimento nacional e o crescente movimento cívico nacional e a sua estruturação livre, permitem aos cidadãos e às comunidades expressar as suas vontades em negociar os seus interesses específicos. Hoje, estão criadas as condições para a reversão dos valores perdidos, todavia, é preciso que se investigue o seu papel relevante no desenvolvimento das comunidades. Por outro lado, ainda existem outros obstáculos no processo de coesão da sociedade moçambicana, nomeadamente, a persistência da fome, a ignorância, a discriminação e outros fenómenos geradores de conflitos, como a pressão social vivida pelos jovens no acesso às condições sociais, profissionais e materiais necessários para a constituição da família.

O objectivo geral da componente Promoção da Cultura Moçambicana é o de desenvolver os valores da cidadania nas várias vertentes, como a igualdade social, o acesso aos bens comuns, ao conhecimento, à saúde, ao emprego e à assistência social, aos direitos humanos, democracia, tolerância e solidariedade. Paralelamente, através desta componente, serão promovidas actividades que visam valorizar o património cultural Moçambicano, as artes performáticas e de representação plástica e visual, bem como outras iniciativas, sobretudo nas zonas rurais.


Resultados Esperados

I) Enriquecido o conhecimento dos elementos definidores da moçambicanidade;

II) Publicadas obras científicas de natureza sociocultural;

II) Utilizada a cultura e a arte como fonte de geração de renda;

IV) Recuperada a cultura de protecção dos idosos pelas famílias e pelas comunidades;

V) Valorizadas as artes e os artefactos das diferentes regiões do País, com simbologia marcadamente nacional;

vi) Construídas infra-estruturas culturais de baixo custo, como museus, centros multi-média e culturais, bibliotecas, com a utilização das novas tecnologias de informação;

VII) Valorizados os locais históricos e melhoradas as condições de vida das populações residentes nesses locais;

VIII) Promovido o intercâmbio cultural no País e com outros povos;

IX) Realizadas produções e co-produções artísticas e culturais;

X) Desenvolvida a participação democrática das comunidades na vida e desempenho das instituições públicas, tais como, escolas e outros centros de formação, unidades sanitárias, unidades policiais e outras instituições da administração da justiça, entre outras.


Acções Estratégicas

I) Promover projectos de utilização das línguas nacionais;

II) Promover projectos de resgate da antroponímia local, como contributo para a consolidação da identidade nacional;

III) Promover e divulgar estudos sobre a diversidade cultural, formas de expressão popular e tradicional dos moçambicanos, tais como línguas, literatura oral, jogos, mitologia, rituais, cerimónias, gastronomia, e outras;

IV) Promover a pesquisa histórica e antropológica para identificação de locais sagrados e imortalização de figuras históricas e divulgação dos resultados;

V) Promover a pesquisa e divulgação sobre as diversas formas de direito consuetudinário existentes no país;

VI) Promover a pesquisa e divulgação das tradições agro-pecuárias e outras formas de produção;

VII) Promover a pesquisa e divulgação sobre indumentária, instrumentos musicais, danças, culinária, religiões, artes, arquitectura, usos e costumes locais;

VIII) Promover a pesquisa e recuperação de objectos de arte e de estudos existentes no estrangeiro, sobre Moçambique, a sua história e cultura;

IX) Promover a investigação da arquitectura tradicional, sua divulgação, desenvolvimento e uso na habitação e outras infra-estruturas, tais como museus, centros multi-média, centros culturais e bibliotecas;

X) Promover a criação de indústrias de fabrico de objectos e instrumentos utilitários e de produção que aplicam tecnologias locais;

XI) Promover concursos anuais de arte e cultura, com a atribuição de prémios;

XII) Promover a publicação de obras de divulgação da cultura moçambicana;

XIII) Promover intercâmbios culturais e artísticos no País e com outros povos;

XIV) Promover a edição de livros e de outras publicações e a sua divulgação;

XV) Promover a incorporação na indústria nacional de cinema, rádio, televisão, indumentária, objectos utilitários, de artes e artefactos das diferentes regiões do País, de modo a enaltecer a identidade nacional


Promovendo o Desenvolvimento Económico Social e Cultural de Moçambique

Joaquim Chissano

Endereço Físico

  Av. do Zimbabwe, 954. Maputo, Moçambique. Caixa Postal: 63

  (+258) 21 484000/21 489000. Fax: (+258) 21 484001

Ajude o Mundo

A Fundação Joaquim Chissano agradece a todos pelo apoio na promoção da Paz, no Desenvolvimento Social e Cultural de Moçambique.

Doação

" Nós Queremos uma Escola e Temos Esperança "